Revista D&A – Decoração e Arquitetura – Revista Digital

Novidades

Curta nossa fanpage

Arquitetura como solução para espaços corporativos

Projetos comerciais demandam estudo e conexão com público alvo

O uso da arquitetura corporativa para projetar ambientes de trabalho criativos é algo desafiador, mesmo para um profissional experiente. Isso porque as empresas demandam soluções modernas, conectadas com o cliente e o colaborador, e sem deixar de ser sustentável em todos os aspectos.

Esse foi o objetivo da arquiteta Caroline Bollmann ao projetar duas unidades da Mr Jeff, franquia espanhola de lavanderia, que funciona com um programa de assinatura e atendimento via dispositivos móveis.

 

“Cada franqueado recebeu um manual de como proceder com a parte técnica e visual da marca em sua loja própria. Existem critérios bem importantes a serem seguidos, padronizações internacionais. Mas tive liberdade para definir o melhor layout, disposição e ocupação dos espaços. Na Loja da Vila Isabel, por exemplo, onde se concentra a maior parte da operação, construímos um andar novo, para atender a demanda do projeto e também organizar os fluxos dos serviços”, conta Carol.

 

O conceito novo e a tecnologia para gerenciar o serviço foram as inspirações para Carol propor um espaço jovem, descolado, informal. A comunicação é leve, agradável e tem a cara da nova geração. “Pensei em um público que vive hoje 100% conectado com aplicativos e nas redes sociais. Por isso, o espaço também expressa esse caráter e se diferencia das demais concorrente justamente porque foi 100% pensado para atender de forma prática”, conta a arquiteta.

A paleta de cores é, essencialmente, azul marinho e branco. A ideia era seguir com o padrão da marca Mr, Jeff. Tons como turquesa e coral aparecem no interior das lojas. O mobiliário oferece proteção antimicrobiana, que inibe a proliferação de bactérias e fungos em toda a superfície dos painéis de madeira. Com isso, são mais higiênicos, mais fáceis de limpar e estão protegidos contra manchas perenes e mau odor causados por bactérias e bolor. O projeto de iluminação é limpo e pontual.

 

“Apesar da maioria dos clientes não irem fisicamente nas lojas (pois agendam seus serviços de coleta e devolução das roupas limpas) eles sabem que as suas roupas estão indo para um local moderno, novo, tecnológico, organizado e funcional. Isso é o que eles esperam e isso é o que as lavanderias precisam mostrar através dos seus espaço físicos”, avalia Carol. Ela conta que os clientes que chegam diretamente na loja, gostam e ficam curiosos, pois poucas lavandeira no Brasil e no mundo possuem essa preocupação funcional, estética e

organizacional em seus espaços.

 

Sustentabilidade e tecnologia

 

Além de ter uma operação sustentável, a proposta é encorajar a atitude das pessoas. Isso porque  existe uma grande economia de água e produtos quando as roupas são lavadas numa lavanderia. A marca ainda oferece um serviço exclusivo para PETS – com setor exclusivo para esse atendimento, máquina especial, além de produtos e técnicas especiais para lavagem e secagem – pois já é comprovado que lavar pertences de animais com roupas humanas, além de fazer mal para a pele dos animais, é prejudicial para os equipamentos domésticos que a grande maioria tem em casa.

 

No que diz respeito a tecnologia, a empresa fica 24h por dia conectada atendendo a demanda, controlando fluxo, acessos etc. Por conta disso, o projeto da lavanderia, precisava atender às demandas da agilidade, organização e, principalmente, em prestar o melhor serviço e a melhor experiência. “Logo o projeto do ambiente, influencia diretamente

nisso, em otimizar espaços, tempo e na organização sistemática das atividades, que acontecem desde que o pedido chega com roupas para lavar, até sair

para a entrega na casa do cliente”, finaliza Carol.

Mais novidades