Revista D&A – Decoração e Arquitetura – Revista Digital

Novidades

Curta nossa fanpage
Projeto Estudio FCK | Foto: Luis Gomes

APRENDA COMO MONTAR UM HOME OFFICE FUNCIONAL E ACONCHEGANTE!

O home office é uma prática crescente no Brasil e segue uma tendência mundial. Segundo pesquisas, mais de 50% dos profissionais que atuam no mundo corporativo realizam a prática de trabalhar em casa pelo menos uma vez por semana. Esse percentual é somado ao grande volume de empreendedores que começam seus negócios tendo a residência como base para a gestão de suas atividades.

Por isso, é fundamental eleger um ambiente da casa para que se transforme no home office. “Não basta eleger a mesa de jantar e sentir-se rodeado pela toda rotina que envolve a casa. Ao criar uma atmosfera propícia para o trabalho, torna-se mais fácil bloquear as interrupções e obter a performance esperada”, afirma Vanessa Keiko, arquiteta do Estúdio FCK. Sócia do também arquiteto Felipe Luciano, ambos explicam como a arquitetura e decoração são capazes de criar o ambiente ideal e relacionam dicas importantes que devem ser levadas em conta para o home office.

 

  1. Escolha o espaço ideal

Felipe Luciano e Vanessa indicam que o primeiro passo é pensar no melhor lugar para o home office. Para quem conta com um espaço maior em casa, vale apostar em um ambiente dedicado apenas para o escritório, permitindo assim maior privacidade e a inclusão de armários e nichos para guardar os materiais.

Mas, para quem mora em apartamentos pequenos, sua criação pode acontecer no dormitório ou até mesmo na sala. “Este é o primeiro ponto para começarmos a pensar nas possibilidades para projetar dentro do espaço determinado”, conta Felipe Luciano.

No projeto desenvolvido pelo Estúdio FCK, o espaço de trabalho do morador foi escolhido na sala de estar. No entanto, a posição, ao final do espaço, colabora para ampliar o foco e eliminar distrações. “Sem dúvida, esse é um grande desafio para quem se propõe trabalhar em casa, completa o arquiteto.

 

  1. Planeje o mobiliário

O planejamento do mobiliário vai de encontro ao que se deseja implantar no ambiente do home office. Por isso, os profissionais buscam entender sobre a atividade profissional exercida pelo cliente e o que ele precisará para exercer em casa como se estivesse em um escritório externo.

“É com o mobiliário que podemos ‘brincar’ na execução do projeto. Se for mais fixo e definitivo, fazer uso de marcenaria é uma ótima opção para criar espaços compatíveis com as necessidades do morador”, relaciona Vanessa.

Todavia, se não for o desejo de investir em um escritório mais completo, é possível realizar a composição por meio de opções como mesas soltas, cavaletes com tampos em madeira e vidro, gaveteiros e outras peças. “O mercado de décor conta lojas que atendem este nicho com ótimas escolhas de mobiliários. Algumas são específicas para escritórios, como a Alberflex e Riccó, que destacam desde o estilo mais corporativo, até as linhas que seguem o estilo mais descolado e moderno, ou mesmo lojas como a Etna e Tok Stok que possuem peças interessantes para compor o home office”, indica Felipe Luciano.

A concepção do escritório em casa deve prever pontos de energia para notebook, impressora e luminária, por exemplo, bem como espaço para equipamentos como telefone fixo, modem e roteador da internet, além de impressora, por exemplo.

 

  1. Atenção à saúde

Por trabalhar em casa, pode ser que o morador se sinta mais relaxado no ambiente doméstico. Mas sempre é preciso ficar alerta em relação à coluna e outros aspectos diretamente ligados à saúde física. Com isso, a ergonomia – que possibilita a relação saudável do homem com a ‘máquina’ – entra em cena para buscar opções que não prejudiquem o bem-estar do morador. “É preciso investir em uma cadeira confortável, que evite dores e lesões na coluna e optar por uma mesa que siga a altura padrão de 75 cm”, indica Vanessa.

Os arquitetos ainda apontam que o arejamento da área com ventilação natural, preferencialmente, também é importante para criar esta sensação de bem-estar.

 

  1. Iluminação adequada

A iluminação natural deve marcar presença no home office. Contudo, em apartamentos menores, muitas vezes, o espaço dedicado ao trabalho nem sempre é favorável para este tipo de iluminação. “Nesses casos, buscamos luminárias de mesas que ajudam a melhorar a qualidade visual do espaço”, conta Felipe Luciano.

 

  1. Personalize

Passar horas em um espaço pode ficar mais agradável com pequenos detalhes que remetem a personalidade do morador e que podem ajudá-lo a se identificar com o ambiente e até mesmo sentir-se mais motivado. “Vale trazer um pouco da personalidade com objetos decorativos e peças de memórias afetivas que ajudam a deixar a área de trabalho mais agradável e cheia de vida”, finaliza Felipe Luciano.

 

Sobre Estúdio FCK

Do primeiro esboço à escolha das cortinas, da obra ao paisagismo do jardim: o Estudio FCK cuida de todos os detalhes dos projetos de arquitetura, decoração e paisagismo. A atuação múltipla tem a ver com a rica experiência dos sócios do escritório: os arquitetos Felipe Luciano e Vanessa Keiko. A atuação do Estudio FCK se baseia na escuta atenta às necessidades do cliente e no planejamento rigoroso de todas as etapas da obra. O objetivo é que cada cliente possa enxergar sua essência nos ambientes criados – e receber o imóvel sem surpresas quanto ao custo nem ao prazo.

 

www.estudiofck.com.br

@estudiofck

Fonte: Assessoria | dc33 Comunicação

Mais novidades