Revista D&A – Decoração e Arquitetura – Revista Digital

Novidades

Curta nossa fanpage
Pietro Terlizzi | Foto: Guilherme Pucci

APARTAMENTO PEQUENO TRAZ ESTILO RÚSTICO SEM ABRIR MÃO DO CONFORTO

No 21° andar de um edifício localizado em um dos pontos topográficos mais altos do bairro do Panamby, o apartamento tem uma característica pouco comum em São Paulo: uma vista sem a interferência visual de prédios. O arquiteto Pietro Terlizzi, que está à frente do escritório Pietro Terlizzi Arquitetura, criou um projeto rústico e aconchegante para o imóvel de 51 m², entregue pela construtora no contra piso e com revestimentos básicos.

A planta original, que já contava com a cozinha americana, foi modificada para integrar os espaços. A parede que dividia o segundo quarto e a sala foi substituída por painéis de correr produzidos com marcenaria e acabamento padrão aço corten. Essa solução abre o atual home office para a área social. A varanda também se uniu à sala depois da remoção da esquadria original, do nivelamento do piso e do envidraçamento da sacada. “A integração dos espaços foi fundamental para termos um ambiente bem mais amplo e agradável”, comenta Pietro.

O morador, que já viveu fora do país, queria um apartamento masculino com elementos que lembrassem as cidades por onde passou – Nova York, nos Estados Unidos, e Barcelona, na Espanha. O arquiteto optou, então, por usar materiais rústicos como madeira de demolição, bricks e estruturas de serralheria.

O porcelanato cimentício cobre todo o apartamento e a parede de entrada traz um revestimento de tijolinho. Para balancear a composição e trazer conforto, foram adicionados mobiliários em couro e o tapete azul do estar, que também acrescenta cor ao projeto. O forro de gesso concentra o projeto luminotécnico de cada ambiente, com spots de embutir e sancas para iluminação indireta.

A cozinha conta com marcenaria em cinza chumbo e azulejos de metrô. A bancada com tampo de madeira tem a frente revestida por textura de cimento queimado, assim como as paredes do estar. Sobre ela, a prateleira de peroba rosa de demolição funciona como suporte para os pendentes.

O jantar informal é composto por um banco de marcenaria com almofadas cor de laranja, mesa retangular e banquinhos metálicos. A luminária e os quadros trazem personalidade para o espaço. Já o home office abriga uma bancada de trabalho generosa e um armário.

Como o morador é um grande apreciador de vinhos e café, ele solicitou ao arquiteto espaços destinados a cada uma das bebidas. O espaço do vinho fica logo ao lado da porta de entrada, onde as próprias garrafas se tornam parte da decoração. Já o cantinho do café ocupa o lugar da varanda e guarda a coleção de cafeteiras do proprietário.

No quarto, as prateleiras de madeira de demolição e estrutura metálica, assim como a estante de nichos, exibem objetos que contam a personalidade do morador. As portas semi espelhadas do armário têm a função de aumentar visualmente o espaço.

Pastilhas hexagonais em cinza, da Cerâmica Atlas, vestem as paredes e o piso do banheiro. Assim como o revestimento, o tampo de madeira de demolição acompanha o estilo do décor.

“O morador se sente em um apartamento maior do que os seus 51 m² e revive a memória afetiva das cidades onde morou. Os acabamentos e decoração fazem dele um apartamento moderno e aconchegante”, resume o arquiteto.

 

Pietro Terlizzi Arquitetura e Design

pietroterlizzi.com.br

@pietro_terlizzi_arquitetura

 

Fonte: Assessoria | dc33 Comunicação

Mais novidades